quarta-feira, 30 de novembro de 2016

"Ciclo Mutações da Vida" No Cineclube Lanterninha Aurélio

O início de dezembro traz consigo um novo ciclo para o Cineclube Lanterninha Aurélio. Na próxima segunda-feira, dia 5, inicia o “Ciclo Mutações da Vida”.

A trilogia Qatsi é composta por documentários dirigidos por Godfrey Reggio, com música composta por Philip Glass e cinematografia por Ron Fricke. São compostos basicamente de câmera lenta, lapsos de tempo, fotografia de muitas cidades e paisagens naturais. A trilha sonora deste documentário possui grande importância, pois o desenrolar tem a velocidade e o tom ditados por ela. Não existem diálogos e também não são feitas narrações durante todo o documentário. Os filmes levam a refletir sobre os aspectos da vida moderna que nos fazem viver sem harmonia com a natureza, bem como a pressão exercida pelas inovações tecnológicas que tornam o cotidiano cada vez mais rápido.


Confira as atrações do Ciclo:


05/12 "Koyaanisqatsi: Life out of balance" (1983)

12/12 "Powaqqatsi: Life in transformation" (1988)

19/12 "Naqoyqatsi: Life as war" (2002)


05/12 Koyaanisqatsi - Uma Vida fora de Equilíbrio
Sinopse: Prepare-se para assistir um filme realmente marcante - uma obra-prima cinematográfica tão extraordinária que é um deleite para os sentidos, um estímulo para a mente e que acaba por "redefinir o potencial da arte de fazer cinema" (The Hollywood Reporter). O consagrado diretor Godfrey Reggio, o inovador diretor de fotografia Ron Fricke e o compositor ganhador do Globo de Ouro* Philip Glass criaram este "filme mágico, tão rico em beleza e detalhes que a cada vez que o assistimos, ele se toma um filme novo e diferente" (Leonard Maltin). "Único... profundo... magnético e instigante" (Boxoffice), Koyaanisqatsi contrasta a tranqüila beleza da natureza com o frenesi da sociedade urbana contemporânea. Reunindo imagens de tirar o fôlego a uma premiada e eloqüente trilha sonora, é um trabalho "original e fascinante" (People) - "um dos maiores filmes de todos os tempos" (Uncut).

Diretor:  Godfrey Reggio

Gênero: Documentário

Duração: 87 min.


12/12  Powaqqatsi - A Vida Em Transformação

Sinopse:
Aclamada pelo público e pela crítica em todo o mundo como "fascinante" (The Detroit News), esta segunda parte da trilogia "qatsi" assinada pelo escritor/diretor Godfrey Reggio é "simplesmente um dos mais magníficos espetáculos visuais e auditivos já criados" (L.A. Daily News)! Combinando uma fotografia deslumbrante e a especialíssima música do premiado compositor Philip Glass, Powaqqatsi é uma "experiência de tirar o fôlego, que atua em muitos níveis... emocional, espiritual, intelectual e estético" (The Hollywood Reporter)!
Corajoso, perturbador e épico em sua grandeza, este filme extraordinário coloca em discussão tudo o que pensamos saber sobre a sociedade contemporânea. Através da justaposição das imagens de culturas antigas com as da vida moderna, Powaqqatsi magnificamente expõe o custo do progresso humano. É um filme que fala à alma, assim como à mente. É uma "vivência realmente fascinante" (Movies On TV And Videocassete).
Ano de produção: 1988

Diretor: Godfrey Reggio

Gênero: 
Documentário

Duração: 99 min.


19/12 Naqoyqatsi- Vida como Guerra

Sinopse:
 É o último filme da trilogia Qatsi, que é composta juntamente com os documentários Koyaanisqatsi (1983) e Powaqqatsi (1988). O primeiro aborda principalmente o hemisfério norte, o segundo o sul e países asiáticos, ficando com este terceiro a grandiosidade de abordar o planeta como um todo, conectado, globalizado, mergulhado na tecnologia que encurta distâncias e acelera processos de destruição devido ao seu mau uso.
civilizada".


Diretor: 
Godfrey Reggio

Gênero: 
Documentário

Duração:
 89 min.

As sessões acontecem às 18h, na CESMA (Professor Braga, 55).
A entrada é franca.

quinta-feira, 17 de novembro de 2016






Para dar continuidade ao "Ciclo de Cinema Migrações, Fronteira e Deslocamento" , o Cineclube Lanterninha Aurélio, exibe na segunda-feira, dia 21 de Novembro, às 18, na CESMA, o longa “Manderlay ”, do diretor Lars von Trier. Manderlay é um filme dirigido por Lars von Trier e cuja história se constitui como seqüência para Dogville, do mesmo diretor que será uma trilogia. Direção de Fotografia de Anthony Dod Mantle e Direção de Arte de Peter Grant.

Sinopse: Após deixarem para trás a cidade de Dogville, Grace (Bryce Dallas Howard) e o pai (Willem Dafoe) acabam por acaso nos portões da fazenda de Manderlay, no sul dos Estados Unidos. Lá Grace descobre uma estrutura escravagista em pleno funcionamento, apesar de estarmos em 1933, quando já fora abolida a escravatura. Ela se envolve então nas relações entre os empregados negros e seus patrões, apenas para descobrir que os laços que regem estas relações são bem mais complexos do que ela pensava.

Direção: 
Lars Von Trier

Gênero: Drama

Duração139 min

As sessões acontecem às 18h, na CESMA (Professor Braga, 55).
A entrada é franca.

sábado, 12 de novembro de 2016

" Bem-Vindo (Welcome) " no Cineclube Lanterninha Aurélio.

12/11/



Para dar continuidade no Ciclo de Cinema sobre Migrações, Fronteiras e Deslocamentos, o Cineclube Lanterninha Aurélio exibe na segunda-feira, dia 14 de novembro, às 18h, na CESMA, o longa " Bem-Vindo (Welcome) " do diretor Philippe Lioret.

Sinopse: Bilal, um jovem rapaz curdo 17 anos de idade, viaja através Oriente Médio e da Europa para ficar com a sua namorada, recém imigrada da Inglaterra. A sua jornada chega ao fim quando ele fica no canal da Mancha, do lado Francês. Decide então aprender a nadar para atravessá-lo. Bilal vai ao local da piscina para treinar, lá ele encontra Simon, um instrutor de natação, que está se divorciando. Para impressionar a sua mulher e reconquistar o seu coração, Simon decide arriscar tudo por Bilal, para ajudar a realizar o seu objetivo.

Gênero
: Drama

Direção: Philippe Lioret

Duração:
 110 minutos

As sessões acontecem às 18h, na CESMA (Professor Braga, 55).
A entrada é franca.

terça-feira, 25 de outubro de 2016

"Ciclo de Cinema sobre Migrações, Fronteiras e Deslocamentos" no Cineclube Lanterninha Aurélio.



Ciclo de Cinema sobre Migrações, Fronteiras e Deslocamentos

Professoras Coordenadoras:

Profa. Maria Clara Mocellin 

Profa. Maria Catarina Zanini 

Alunos Mestrandos:
Jamile Costa 

Letícia Ortiz 

Filipe de Cesaro

Promoção: NECON – Núcleo de Estudos Contemporâneos e Cine Clube Lanterninha Aurélio

Resumo: Trata-se de um ciclo de cinema sobre a temática das Migrações, Fronteiras e Deslocamentos. O propósito do ciclo é criar um espaço de debate sobre a temática das Migrações, Fronteiras e Deslocamentos, utilizando o cinema como um recurso que contribua para a reflexão e questionamento da temática proposta. O ciclo é aberto a toda a comunidade de Santa Maria.

Listagem dos filmes exibidos e debatidos

07/nov


Título Original: La Haine
Título no Brasil: O Ódio
Direção: Mathieu Kassovitz
Gênero: Drama
Ano de Lançamento: 1995
Duração: 93 min
País: França

14/nov
Título Original: 
Biutiful
Título no Brasil: Biutiful
Direção: Alejandro González Iñárritu
Gênero: Drama
Ano de Lançamento: 2010
Duração: 148 min
País: México/Espanha



21/nov
Título Original: 
Manderlay
Título no Brasil: Manderlay
Direção: Lars Von Trier
Gênero: Drama
Ano de Lançamento: 2005
Duração: 139 min
País: Dinamarca/Suécia

28/nov

Título Original: 
Welcome
Título no Brasil: Bem-vindo
Direção: Philippe Lioret 
Gênero: Drama
Ano de Lançamento: 2009
Duração: 110 min
País: França

As sessões acontecem às 18h, na CESMA (Professor Braga, 55).
A entrada é franca.

sexta-feira, 21 de outubro de 2016

"O SONHO DE WADJA" no Cineclube Lanterninha Aurélio.



Para encerrar o Ciclo Cinema, Mulheres no Oriente Médio, o Cineclube Lanterninha Aurélio exibe na segunda-feira, dia 24 de Outubro, às 18h, na CESMA, o longa “O Sonho de Wadjda”, do Haifaa Al Mansour.

Sinopse: 
O Sonho de Wadjda é um filme teuto-saudita dirigido por Haifaa al-Mansour em 2012. Foi o primeiro longa-metragem dirigido por uma mulher na história da Arábia Saudita e conta a história de uma menina chamada Wadjta, que mesmo sendo criada na doutrina muçulmana, possui um jeito de pensar e agir que se difere das outras meninas de sua idade. Ela sonha em ter uma bicicleta para brincar com seu amigo Abdallah, mesmo que, em sua cultura, meninas não andam de bicicleta, nem brincam com meninos. Mas Wadjta não desiste, e faz pequenos trabalhos artesanais para juntar dinheiro, e também entra em um concurso religioso que iria premiar em dinheiro. Paralelamente à luta da menina para realizar seu sonho, há também os problemas que ela enfrenta na escola e em casa.
Uma temática interessante a ser observada no filme é a questão da visão da mulher, o modo que a mulher é encarada em diferentes contextos. A religião muçulmana também é explorada no filme, as principais crenças e dogmas.

Direção:
 Haifaa Al Mansour

Gênero: 
Drama

Duração: 
100 minutos

As sessões acontecem às 18h, na CESMA (Professor Braga, 55).
A entrada é franca.

sexta-feira, 14 de outubro de 2016

"Lemon Tree" do diretor Eran Riklis no Cineclube Lanterninha Aurélio.



"Lemon Tree" é o segundo filme de Eran Rilklis e o consagrou mundialmente. Filho de diplomata do consulado israelense, o diretor viveu parte de sua juventude no Rio de Janeiro).
 Repare na cena em que o advogado de Selma usa um agasalho com a bandeira do Brasil e a inscrição Champion (campeão, em inglês), bordados, fazendo uma referência ao futebol brasileiro.

 Sinopse: 
Salma, uma palestina viúva, vive do pomar de limões que possui na Cisjordânia, criado pelo pai dela 50 anos antes. Ela regou, cuidou, tratou dos limoeiros ao longo de toda a sua vida. O pomar fica exatamente junto à fronteira com Israel. Salma vê sua plantação ser ameaçada, quando seu novo vizinho, o Ministro de Defesa de Israel, se muda para a casa ao lado. A Força de Segurança Israelense logo declara que seus limoeiros colocam em risco a segurança do ministro, e por isso precisam ser derrubados.

Direção: Eran Riklis
Gênero: Drama

Duracao: 106 min.

As sessões acontecem às 18h, na CESMA (Professor Braga, 55).
A entrada é franca.
 

sábado, 8 de outubro de 2016

"A Pedra da Paciência" No Cineclube Lanterninha Aurélio.




Para dar continuidade ao Ciclo Mulheres no Oriente Médio, o Cineclube Lanterninha Aurélio, exibe na segunda-feira, dia 10 de outubro, às 18, na CESMA, o longa “A Pedra da Paciência”, do diretor Atiq Rahimi. Longa representou país árabe no Oscar de filme estrangeiro de 2013.
Trabalho é reflexão sensível sobre situação política e social da região.

SinopseNo Afeganistão, um herói de guerra sofreu um acidente em que levou uma bala no pescoço, fica em estado vegetativo e é abandonado pelos companheiros do Jihad e por seus irmãos. Sua mulher o observa em um quarto decadente e começa uma confissão solitária, falando sobre sua infância, seus sofrimentos, sua solidão e seus sonhos. Por meio de suas palavras para o marido, ela procura um caminho para recomeçar a vida.

Direção: Atiq Rahimi

Gênero: Drama, Guerra
Duração: 98 minutos

As sessões acontecem às 18h, na CESMA (Professor Braga, 55).
A entrada é franca.


quarta-feira, 28 de setembro de 2016





 Início de Outubro traz consigo um novo ciclo para o Cineclube Lanterninha Aurélio. Na próxima Segunda-feira, dia 3 de Outubro inicia o "Ciclo Mulheres no Oriente Médio".   

Confira as atrações do ciclo Road Movies:


03/09 –  A Separação, 2011, Irã 
10/09 –  A Pedra da Paciência, 2012, Afeganistão 
17/09 –  Lemon Tree, 2008, Israel 
24/09 –  O Sonho de  Wadjda, 2012, Arábia Saudita 




sexta-feira, 23 de setembro de 2016

"Apocalypse Now Redux" Do Diretor Francis Ford Coppola No Cineclube Lanterninha Aurélio.

 
 Para encerrar o Ciclo “Visões Sobre a Guerra”, o Cineclube Lanterninha Aurélio exibe na segunda-feira, dia 26 de setembro, às 18h, no auditório da CESMA, o filme "Apocalypse Now Redux" Do Diretor Francis Ford Coppola.

Com 49 minutos adicionais jamais vistos, o diretor ganhador do Oscar®, Francis Ford Coppola (O Poderoso Chefão) apresenta a versão definitiva de seu épico inovador! APOCALYPSE NOW REDUX não é apenas um grande clássico do cinema, é uma versão renovada, reeditada e remixada de um filme que foi considerado com um dos mais importantes já realizados!

Sinopse: 
Durante a guerra do Vietnã, um capitão do exército americano recebe a missão de resgatar um coronel que teria enlouquecido e se tornado líder de uma comunidade na selva. Em busca do desertor, o capitão e seus comandados assistem a um verdadeiro desfile de horrores. Drama de guerra baseado no livro "No Coração das Trevas", de Joseph Conrad, o filme ganhou a Palma de Ouro no Festival de Cannes, além do Oscar de Melhor Fotografia (de Vittorio Storaro) e o de Melhor Som, também sendo indicado nas categorias de Melhor Filme, Direção, Ator Coadjuvante (Robert Duvall), Roteiro Adaptado, Direção de Arte e Montagem.

Direção: 
Francis Ford Coppola

Duração: 
202 minutos

Gênero: Guerra / Drama

As sessões acontecem às 18h, na CESMA (Professor Braga, 55).
A entrada é franca.

sexta-feira, 16 de setembro de 2016

O Cineclube Lanterninha Aurélio exibe dia 19/09/2016 o documentário "Arquitetura da Destruição" do diretor Peter Cohen.


O Cineclube Lanterninha Aurélio exibe dia 19/09/2016 o documentário "Arquitetura da Destruição"  do diretor Peter Cohen.

Sinopse:
 Undergångens arkitektur é um documentário produzido e dirigido pelo cineasta sueco Peter Cohen, que trata do uso da arte e da estética pela Alemanha nazista. Foi lançado originalmente na Suécia em 1989.
O filme pretende ser um estudo do nacional-socialismo de Adolf Hitler sob o ponto de vista estético e de propaganda. De sua chegada ao poder à derrocada alemã na Segunda Guerra, passando pela tese da "solução final" para os judeus, a produção busca acompanhar a ambição artística do Führer, que se considerava um "artista na política". Como um arquiteto disposto a "embelezar" o mundo, Hitler ambicionava reconstruir a sociedade alemã através da arte. Procura ainda mostrar como a arte, a propaganda e a mídia podem ser facetas importantes de uma ideologia política.

Diretor: 
Peter Cohen

Gênero
: Documentário Histórico


Duração:
 2h 3m

Programação do Ciclo:
26/09 APOCALYPSE NOW REDUX

As sessões acontecem às 18h, na CESMA (Professor Braga, 55).

A entrada é franca.